O ARQUIVO PÚBLICO PROFESSOR GELINDO SEBASTIÃO BUZZI foi criado pela Lei nº 182, de 13 de setembro de 2000. O Arquivo se encontra vinculado à Fundação Cultural de Timbó.

De acordo com o artigo 3º da referida Lei, os objetivos do arquivo público são:
– localizar, centralizar, ter em custódia, ordenar e preservar documentos de qualquer natureza e procedência, inclusive jurídica, privada, administrativa ou pessoal, documentários fotográficos, fonográficos, vídeos, dentre outros advindos da administração municipal e entidades privadas (objetiva-se, a partir daí a preservação da memória histórico-documental do Município e sua população);
– franquear o acervo à pesquisa, tanto às entidades como ao público em geral, observadas as disposições regulamentares;
– pesquisar e divulgar a história timboense contida no acervo documental.